Prouni 2013 segundo semestre pela Lista de Espera

Saiu nesta segunda-feira, dia 16, saiu o resultado da 2ª convocação dos estudantes inscritos no Programa Universidade para Todos (Prouni). Esta convocação tem como intuito preencher as vagas que as faculdades particulares disponibilizaram para o programa, a próxima etapa é a abertura das inscrições para a Lista de Espera do Prouni 2013.

Se mesmo com a 2ª chamada o pretendente não conseguiu a vaga, ele pode manifestar interesse para participar da Lista de espera do Prouni. Esta lista envolve as vagas não preenchidas durante as pré-seleções, as instituições disponibilizarão a classificação dos alunos segundo as suas notas no Enem e para participar, o aluno deve acessar o http://siteprouni.mec.gov.br/ e se inscrever na Lista de Espera do Prouni de 26 a 29 de julho.

Vale ressaltar que o aluno que foi chamado para sua segunda opção de curso e não foi chamado em nenhuma das chamadas para a primeira opção de curso, mas ele ainda quer a primeira opção, ele pode optar pela lista de espera; e ainda para a segunda opção de curso que nas duas chamadas não tenha conseguido e que tenha sido reprovado por não formação de turma na primeira opção.

Então se o candidato ainda não conseguiu sua bolsa nas primeiras chamadas, ele não precisa se preocupar, ele terá ainda na lista de espera mais uma chance de entrar na faculdade, podendo ser uma bolsa integral ou parcial, o importante é que o governo dê aos brasileiros oportunidades de acesso ao ensino superior, nesse caso, utilizando de uma medida (Enem), para selecionar os futuros universitários pelo Prouni.

Lista de Espera do Prouni 2013

O Prouni

O Prouni foi criado em 2004 com o objetivo de dar oportunidade a estudantes carentes cursarem o ensino superior. Para aderir ao programa o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior e ter alcançado uma nota mínima, que neste ano subiu para 450 pontos e não ter zerado a redação, além disso, a renda bruta familiar por pessoa para conseguir uma bolsa integral não pode ultrapassar um salário e meio (R$ 1.017,00) e para bolsas parciais (50%), a renda bruta familiar não pode ultrapassar três salários mínimos (R$ 2.034,00) por pessoa.

Os candidatos que cumpriram esses requisitos, puderam se inscrever no Prouni pela internet, escolhendo duas faculdades e os cursos que concorrerá. A instituição na qual foi inscrito faz a pré-seleção, podendo ainda o candidato ser submetido a outro processo seletivo pela faculdade, segundo os critérios dela. Há faculdades que utilizam somente uma parte da nota do Enem para a seleção, essa nota será utilizada segundo as regras da universidade, podendo ser um percentual da nota geral para ingresso.

Após a pré-seleção o concorrente terá uma lista de documentos que devem ser apresentados num prazo determinado, e segundo critérios da faculdade ainda podem ser solicitados outros documentos para comprovação dos dados do aluno. Na entrega dos documentos a instituição de ensino superior oferecerá ao aluno um protocolo de entrega como recibo.

Na pré-seleção os critérios analisados serão, segundo o Ministério da Educação e Cultura (MEC): as maiores notas na redação; em Linguagem, códigos e tecnologias; Matemática; Ciências da natureza e posteriormente Ciências Humanas. O aluno que  não foi chamado na 1ª chamada divulgada em 30 de junho, pôde contar com a segunda chamada que saiu nesta segunda-feira dia 16. O resultado pode ser consultado em http://prounialuno.mec.gov.br/.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Top