Psicologia: faculdade, profissão

Quero ser psicólogo

Chega um determinado tempo da vida do jovem em que ele começa a se indagar de forma mais incisiva qual profissão seguir, na realidade o sonho da profissão nos segue desde quando somos criança, mas é na passagem da adolescência para a vida adulta que temos que tomar essa decisão.

Apesar de fazer faculdade seja algo bem mais comum nos dias de hoje e quase que obrigatório é importante lembrar que há pessoas que não fizeram e são felizes e conseguiram uma profissão de sucesso. Faculdade não é sinônimo de sucesso e muito menos de felicidade, mas é claro que nos dias atuais o mercado de trabalho tem exigido em determinados cargos.

Dentre as inúmeras profissões que tal ser psicólogo? Já pensou sobre isso? Muitas pessoas já pensaram ou pensam, há uma curiosidade muito grande acerca do curso e é sobre essa profissão e sobre o curso que queremos falar um pouco.

Um pouco sobre o curso de psicologia

Conceituar a psicologia é algo relativamente difícil se pensarmos na possibilidade de  abrangência que um psicólogo pode ter, mas de forma geral o psicólogo estuda os fenômenos psíquicos e comportamentais humanos utilizando-se  para isso de diversas técnicas e instrumentos baseados sempre em uma teoria como apoio e fundamento.

Atualmente há diversas faculdades no país que oferecem o curso de psicologia, seja as públicas ou privadas. O curso tem a duração mínima de 5 anos ou 10 períodos ( cada período corresponde a um semestre letivo). É um curso com carga horária bem extensa e diversificada. Cada faculdade normalmente dá ênfase a uma área da psicologia em sua formação.

Dentre as inúmeras matérias vistas no curso de psicologia nos primeiros períodos podemos citar as disciplinas de Filosofia, Anatomia, Neuroanatomia, Fisiologia, Neurofisiologia, Antropologia, Sociologia, Estatística, etc.

qual profissao escolher psicologiaHá também as matérias mais específicas ao curso como psicopatologia, Psicologia da Personalidade e do Desenvolvimento, Teorias Psicológicas, Psicologia Social, Psicologia Organizacional, Psicologia Hospitalar dentre outras.

Há um número muito grande de disciplina e assim fica quase impossível o aluno ver todas na graduação, por isso há matérias optativas em que o aluno terá que escolher qual estudar.

No curso de psicologia há também muitos estágios, claro que isso dependerá de cada instituição, mas de forma geral inicia-se os estágio desde o terceiro período e se estende até o décimo. Há estágio de observação, estágio em escolas, hospitais, empresas, na clínica-escola, instituições psiquiátricas, Cras, fórum, clínica de trânsito e outros lugares. Há esse número grande de lugares para estágio pelo fato de que a psicologia atua em diversas áreas.

Muitos alunos chegam ao curso sem saber realmente do que se trata e quando vê as inúmeras possibilidades de atuação até ficam confusos do que seguir. Para muitas pessoas psicologia tem a ver com Freud, mas não é bem assim.

Freud não foi psicólogo e as pessoas que aprofundam em seus ensinamentos e pesquisas e de seus sucessores são chamados de psicanalistas e não de psicólogos. No curso de psicologia há sim semestres em que se estuda a psicanálise, mas ser psicólogo é diferente de ser psicanalista.

No curso de psicologia há diversas escolas de pensamentos e teorias, a psicanálise é uma das estudadas, mas não é a única. Há o estudo sobre o Behaviorismo, Humanismo, Gestalt, Cognitivismo, Existencialismo e outras mais. Geralmente o aluno escolhe uma dessas escolas de pensamento para se dedicar aos estudos, pois se torna quase impossível se aprofundar em todas elas e também há divergências entre elas em determinados aspectos, fazendo com que o candidato assuma uma postura de uma ou de outra.

Sobre a profissão de psicologia

A profissão de psicologia é bastante recente foi reconhecida apenas há 50 anos. Como já dito anteriormente, o estudo é bem diverso e a atuação da mesma forma. O psicólogo pode trabalhar praticamente em quase todos os lugares onde há ser humano. Há psicólogos em hospitais, empresas, clínicas do Detran, escolas, igrejas, comunidades, presídios, em vários órgão do Governo, como pesquisador em universidades, clínicas de psicoterapia, etc.

A profissão ainda luta por maior espaço na sociedade e por melhores salários, até o presente momento não há,  por exemplo, um piso salarial nacional e uma luta também pela redução da carga horário para 30 horas semanais.

Apesar de ter vários locais em que se possa ter um psicólogo não significa que todos esses lugares tenham, ainda não há lei que obrigue que determinados locais tenha presença de um psicólogo. Outra questão é que há lugares que paga-se mal e o curso é relativamente caro para a maioria das pessoas. Há locais que paga-se bem, principalmente em empresas de grande porte em que há uma valorização desse profissional.

Para atuar como psicólogo no Brasil é necessário ter feito uma faculdade de psicologia reconhecida pelo MEC e ser registrado no Conselho Regional de Psicologia (CRP). A inscrição no CRP não requer prova, mas há uma anuidade a ser paga.

Dicas para quem quer ser psicólogo

curso de psicologia

Se você tem interesse em ser psicólogo seria interessante conversar com um aluno de psicologia para saber mais sobre o curso e principalmente para conhecer melhor a instituição que deseja estudar. Veja com ele os prós e os contras de ser estudante de psicologia e principalmente sobre a qualidade de ensino da instituição.

Outra dica é conversar com um profissional que atue na área, tire suas dúvidas com ele sobre a profissão. Veja o que ele diz sobre, mas se puder converse com mais de uma pessoa, pois assim poderá tirar suas próprias conclusões.

Ao ouvir um profissional e também um estudante você terá condições de saber se é essa a profissão que deseja, pois deve-se buscar uma profissão que condiz com sua personalidade e não pensar apenas em outros aspectos como o financeiro e com o status social.

O curso de psicologia requer que o aluno goste de ler, não é um curso de exatas, então serão leituras que mexerão com você, pois falarão do ser humano e afinal você é um.

Deixe seus comentários abaixo, contribua com mais informações sobre o assunto e também deixe suas dúvidas e sugestões.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Top