O que é cobrado na redação do Enem 2014

Você que irá fazer a prova de redação do Enem 2014 certamente ficou em dúvida do que será cobrado na prova de redação do Enem 2014, não somente o tema que será abordado, mas também a chamada Matriz de Competências da redação, ou seja, os eixo que serão avaliados pelos corretores. É importantes ficar atento, é muito importante saber quais serão os critérios utilizados pelos corretores da redação do Enem, ainda mais que a cada ano que passa tem ficado mais criteriosa a correção das redações.

Com certeza não faltarão ideias para você escrever sua redação, mas apenas elas não são suficientes. Você pode achar que são cobranças demais, mas calme, muitas vezes você já escreve da forma que deve ser, apenas veja se encaixa com esses pontos

REDAÇÃO enem 2013I – Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita.

Esse primeiro critério de avaliação diz a respeito da escrita da língua em si, na redação do Enem 2014 você deverá demonstrar que entenda das estruturas que compõem a nossa língua. Os critérios se relacionam à ortografia (a forma correta de escrever as palavras), concordâncias, regências e semântica. Não tem como o candidato escrever “Nós foi ou nós vai”, a redação deve seguir a norma padrão culta da língua.

II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo

No segundo critério de avaliação da redação do Enem 2014, será cobrado que o candidato compreenda e demonstre que compreendeu a proposta da redação e que ele utilize de vários meios para provar isso, ou seja, como é um texto dissertativo-argumentativo, ele deverá se fundamentar em várias áreas de conhecimento possível. Por isso a importância da leitura atenta do enunciado da redação.

III – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Aqui os corretores das redações irão avaliar se o candidato tem fundamentos sólidos para suas argumentações, por isso deve-se evitar de toda jeito os “achismos”, pois isso não demonstra base sólida de argumentação. Normalmente a utilização de estatísticas, comparações e alusões servem muito bem para esse contexto, mas para isso o candidato deve estar “antenado” com o mundo.

IV – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Toda a argumentação que será utilizada, juntamente com a as normas da língua deverão formar uma ideia bem articulada, em um texto com lógica que tenha uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão. As ideias devem estar concatenadas de forma que quem leia consiga compreender com com facilidade a os seus argumentos ali utilizados. O texto não pode ser confuso, quem escreve bem, escreve de forma clara e simples, passando a mensagem que deseja.

V – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural

Por fim o candidato deverá apresentar uma solução para o problema e isso vem sendo desenvolvido ao longo do texto e deixado claro na conclusão. Observem que já deixaram claro que devem ser respeitados “os valores humanos e a diversidade sociocultural”, isso significa que textos preconceituosos não serão bem vistos pelos corretores. Você pode até ser preconceituoso e não importar com valores humanos e coisas do tipo(não que isso seja correto, mas há pessoas assim), mas de forma alguma tente demonstrar isso na redação do Enem, pois não é esse o posicionamento esperado. Felizmente (ou infelizmente pra alguns) há uma ética normalmente vigente em nosso meio e o comum é de se esperar que as pessoas a respeite.

Esperamos ter contribuído com as informações acima mencionada, e esperamos que você treine para fazer uma boa redação no Enem 2013 e consiga alcançar seus objetivos

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Top